TENTATIVAS DE RAPTO DE CRIANÇAS REFORÇAM NECESSIDADE DE CUIDADOS. VEJA COMO SE PROTEGER!

0
2641
Foto: Daniel Caron/Arquivo.

Nesta semana a respeito de tentativas de rapto de crianças reforçam a necessidade de pais e responsáveis redobrarem a atenção quando o assunto é sair com os pequenos nas ruas da Grande Curitiba.

Áudios revelados pelos Caçadores de Notícias mostraram os momentos de tensão registrados por uma mãena BR-116, na região do Atuba. Ela relatou que, quando estava parada no sinaleiro da rodovia, teve seu veículo abordado por um homem que tentou abrir a porta onde estava a cadeirinha com a criança. Ela acelerou e conseguiu escapar.
Também nesta semana, outro caso em Campo Largo mostrou o desespero de pais em uma nova tentativa de sequestro. Neuci Crichaki empurrava o carrinho com sua filha mais nova, de um ano e cinco meses, quando um Siena prata passou por ela devagar e a abordou. O carro continuou seu caminho, mas voltou e foi direto ao bebê. Por sorte um motorista viu a cena e se aproximou, fazendo com o que o suspeito se afastasse.

Confira dicas para evitar passar por essas situações :
– Quem for abordado por desconhecidos, em situações inseguras, na primeira oportunidade acione Polícia Militar ou Guarda Municipal;
– Respire fundo, controle o pânico e busque ver modelo, cor e placa do veículo suspeito;
– Tente ver características das pessoas suspeitas (cor de roupa, cor e corte de cabelo, cicatrizes, tatuagens, etc);
– Fique alerta com carros, pessoas e situações diferentes na vizinhança. Comunique-se com os vizinhos ou a polícia;
– Se notar algo diferente na quadra da sua residência, não entre em casa;
– Nunca descuide. Sempre observe a movimentação;
– Se notar que está sendo seguido, mude o caminho, tente pedir ajuda da polícia.

Crianças
– Seus filhos devem sempre estar ao alcance dos olhos;
– Não deixem suas crianças com desconhecidos;
– Não deixe os filhos brincarem sozinhos em parques, ruas, ou circular em shoppings desacompanhados de alguém de extrema confiança;
– Se eles brincam no jardim, certifique-se que o portão está bem trancado e que ninguém consegue puxá-los pela grade ou muro;
– Oriente as crianças a não conversarem com estranhos, dar informações dela e da família ou aceitar alimentos;
– Dirija com as portas do carro sempre trancadas e as janelas não muito abertas onde estão as crianças;
– Se vir algum estranho se aproximando do carro, feche os vidros;
– Ao parar em semáforos, quando o trânsito permitir, sempre calcule um “espaço de fuga”, para escapar de situações estranhas (pare enquanto ainda consegue enxergar os pneus do carro da frente);
– “Para moradores próximos a rios, lagos, piscinas o cuidado deve ser redobrado. As nossas estatísticas mostram que um percentual expressivo de desaparecimento de crianças ocorre próximo a estes locais”, aponta a delegada Iara Dechiche, do Sicride.

Notícias Paraná

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA